terça-feira, 1 de maio de 2018

A liberdade do exegeta/intérprete bíblico católico (+ Passagens bíblicas que a Igreja interpretou definitivamente) (Dave Armstrong)


Contrariamente às falsas alegações de alguns polemistas protestantes anticatólicos com quem já me deparei, os católicos não estão, de forma alguma, obrigados a ler uma tradução da Bíblia específica. A minha preferida, particularmente, é a Revised Standard Version (RSV), que foi aprovada em uma edição católica com muitos poucos esclarecimentos (creio que seja apenas algo em torno de três passagens que foram consideradas como sendo excessivamente tendenciosas para serem aceitas por católicos). Li a Bíblia inteira (por duas vezes) quando era protestante nas versões da NASB e da King James. Gosto da Phillips, da NEB, da Williams e da Barclay para versões parafraseadas e a NKJV é bem legal também (gosto do estilo antigo da King James, mas repleta de arcaísmos). Eu editei a minha própria "versão" do Novo Testamento (tecnicamente, uma "seleção"), baseada no uso de várias traduções existentes (Bíblia King James vitoriana).

Tomando a minha (empoeirada) cópia da NAB com o Novo Testamento revisado em 1986 (Nelson, 1987), com o imprimatur (que, infelizmente, não significa mais muita coisa), cito o artigo preliminar "The Purpose of the Bible" (p. xii):
Quando Pio XII emitiu sua encíclica Divino Afflante Spiritu, em 1943, a porta foi aberta para novas traduções católicas que não dependessem da Vulgata latina de São Jerônimo. Devido ao grande aumento do nosso conhecimento das línguas bíblicas antigas, traduções oficiais feitas diretamente delas foram encorajadas [...]. A Revised Standard Version é a menos interpretativa de todas [...]. A Bíblia Jerusalém e a New English Bible esforçam-se por uma linguagem ainda mais contemporânea [...]. A New American Bible [...] é a primeira tradução católica americana a ser baseada nas línguas originais ou na primeira forma do texto, em detrimento da Vulgata.
O Venerável Papa Pio XII, na supracitada encíclica papal de 1943, escreve:
Nem vá alguém pensar que o sobredito uso dos textos originais, feito segundo as regras da crítica, é contrário a quanto o concílio de Trento sabiamente decretou a respeito da Vulgata latina. 
Bem preparado com o conhecimento das línguas antigas e com os recursos da crítica, aplique-se o exegeta católico àquele que é o principal de todos os seus deveres: indagar e expor o sentido genuíno dos Livros Sagrados. Neste trabalho tenham os intérpretes bem presente que o seu maior cuidado deve ser distinguir claramente e precisar qual seja o sentido literal das palavras bíblicas (começo das seções 14 e 15)
Do mesmo modo, o Vaticano II, na Constituição Dogmática sobre a Revelação Divina (Dei Verbum), estabelece:
É preciso que os fiéis tenham acesso patente à Sagrada Escritura. Por esta razão, a Igreja logo desde os seus começos fez sua aquela tradução grega antiquíssima do Antigo Testamento chamada dos Setenta; e sempre tem em grande apreço as outras traduções, quer orientais quer latinas, sobretudo a chamada Vulgata. Mas, visto que a palavra de Deus deve estar sempre acessível a todos, a Igreja procura com solicitude maternal que se façam traduções aptas e fiéis nas várias línguas, sobretudo a partir dos textos originais dos livros sagrados. Se porém, segundo a oportunidade e com a aprovação da autoridade da Igreja, essas traduções se fizerem em colaboração com os irmãos separados, poderão ser usadas por todos os cristãos (Capítulo VI, seção 22).
Vemos que o texto discorre sobre a possibilidade do uso de diferentes traduções. Tampouco os católicos têm de interpretar cada versículo da Bíblia de acordo com alguma proclamação dogmática da Igreja. Esse é outro ridículo (e altamente irritante) mito que temos de ouvir a todo momento. De fato, o católico fiel e ortodoxo deve interpretar as doutrinas que ele depreende das Escrituras em concordância com a Igreja e com a Tradição, mas e daí?

Todo protestante faz exatamente a mesma coisa com a sua própria tradição denominacional. Nenhum calvinista de cinco pontos pode encontrar um versículo na Bíblia que prove a apostasia ou a perda da salvação ou algum que ensina o desejo de Deus por uma expiação ilimitada em vez de limitada (e há várias dessas passagens). Ele não pode negar a depravação total em qualquer texto ou a graça irresistível. Todos nós temos restrições dogmáticas de ortodoxia que respeitamos. O exegeta católico é limitado por muito pouco e tem praticamente toda a liberdade de investigação quanto aquela de um exegeta protestante. Um artigo da Catholic Encyclopedia, de 1910, sobre a exegese bíblica afirma:
(a) Textos definidos 
O comentador católico deve aderir à interpretação de textos que a Igreja definiu expressa ou implicitamente. O número desses textos é pequeno, de modo que o comentador pode facilmente evitar qualquer transgressão desse princípio.
Aos católicos é permitido traduzir do grego, de acordo com o mais recente conhecimento textual e arqueológico, usar diferentes traduções e até mesmo cooperar em projetos de tradução ecumênicos, como a RSV e a NEB. Podemos fazer todo tipo de coisa que os exegetas protestantes fazem e temos permissão para interpretar, livremente, quase qualquer texto por conta própria, desde que não se vá contra um dogma da Igreja (não se pode, por exemplo, afirmar que João 1.1 não ensina a deidade e divindade de Jesus).

Adendo:

[texto do Catholic Answers]

Passagens da Escritura que foram interpretadas definitivamente pela Igreja

Muitas pessoas pensam que a Igreja tem uma postura oficial sobre cada sentença contida na Bíblia. Na verdade, apenas um punhado de passagens foi interpretado definitivamente. A Igreja interpreta muitas passagens da Escritura a fim de orientar o seu ensino. Outras passagens são usadas como ponto de partida e como suporte para ensinos doutrinários ou morais, mas apenas essas poucas foram "definidas" no sentido estrito da palavra. Mesmo nesses poucos casos, a Igreja está apenas defendendo a doutrina e a moral tradicionais.

É importante perceber que os parâmetros estabelecidos pelas definições são todos negativos, isto é, eles apontam o que não pode ser negado sobre o significado da passagem, mas não limitam o quanto mais que pode ser dito sobre ela. Em outras palavras, a Igreja condena as negações de uma interpretação específica do texto sem condenar significados subjacentes, mas não contraditórios a ela.

Todas as passagens que se seguem foram interpretadas definitivamente pela Igreja no Concílio de Trento, pois cada uma delas tem a ver com a justificação ou com os Sacramentos, matérias que dividiram católicos e protestantes.

1. João 3.5: "Respondeu Jesus: 'Em verdade, em verdade te digo: quem não renascer da água e do Espírito não poderá entrar no Reino de Deus.".

A Igreja condenou a negação de que as palavras de Jesus significam que a água real (natural) deve ser usada para um batismo válido. Na época, os anabatistas argumentavam que o batismo nas águas era desnecessário porque a menção da água era meramente uma metáfora. Outros significados simbólicos, em adição ao sentido literal da água real, talvez possam ser encontrados no texto, mas nenhum é aceitável se negar a necessidade da substância da água no batismo.

2. Lucas 22.19 e
3. 1 Coríntios 11.24: "e, depois de ter dado graças, partiu-o e disse: 'Isto é o meu corpo, que é entregue por vós; fazei isto em memória de mim".

A Igreja condenou a interpretação destas passagens que negava que Jesus, ao ordenar aos seus Apóstolos "fazei isto em memória de mim", depois de instituir a Eucaristia, conferiu-lhes a ordenação sacerdotal assim como aos seus sucessores, capacitando-os a oferecer o Seu Corpo e o Seu Sangue. Podem-se depreender mais coisas dessa ordenança, mas elas não podem negar ou contradizer outras interpretações.

4. João 20.22-23: "Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: 'Recebei o Espírito Santo, Àqueles a quem perdoardes os pecados, lhes serão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, lhes serão retidos" e
5. Mateus 18.18: "Em verdade vos digo: tudo o que ligardes sobre a terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes sobre a terra será também desligado no céu.".

A Igreja condenou a negação de que nessas duas passagens Jesus conferiu um poder exclusivamente aos Apóstolos, autorizando-os, bem como aos seus sucessores, no ofício sacerdotal, a perdoar pecados em nome de Deus e condenou a proposta de que todos pudessem perdoar pecados nesse sentido.

6. Romanos 5.12: "Por isso, como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim a morte passou a todo o gênero humano, porque todos pecaram..."

A Igreja condenou a negação do pecado original, ao qual toda a humanidade está sujeita e ao qual o batismo remete-nos, citando essa passagem a ser compreendida nesse sentido.

7. Tiago 5.14: "Está alguém enfermo? Chame os sacerdotes da Igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor".

Interpretando definitivamente essas passagens, a Igreja condenou a negação de que o Sacramento da Unção dos Enfermos foi instituído por Cristo e promulgado pelos Apóstolos contra aqueles que o consideravam uma invenção tardia da Igreja.

Além disso, o decreto do Vaticano I sobre Cristo estabelecendo Pedro como chefe da Igreja — que cita Mateus 16.16 e João 1.42 — é uma doutrina definida, muito embora a frase sobre o uso e interpretação da Escritura citada seja mais implícita que explícita, comparando-a com as passagens das Escrituras acima. 

[Tradução: Fábio Salgado de Carvalho; original: http://www.patheos.com/blogs/davearmstrong/2017/12/freedom-catholic-biblical-exegete.html]

domingo, 12 de novembro de 2017

O cânone do Novo Testamento e seus processos históricos (Dave Armstrong)


O Livro de Kells (Irlanda, c. 800 d.C.), Folio 29IV, Retrato de São João [domínio público/ Wikimedia Commons]

***

(1996, do meu livro "Uma defesa bíblica do Catolicismo")

***

A fim de que os protestantes possam valer-se do princípio do "Sola Scriptura", eles têm de, primeiramente, aceitar a premissa que o antecede referente a quais livros fazem parte da Escritura — particularmente, quais livros compõem o Novo Testamento. Isso não é tão simples como pode parecer, a princípio, acostumados como estamos a aceitar, sem qualquer questionamento, o Novo Testamento como o temos hoje.

Embora, de fato, houvesse, grosso modo, um amplo consenso, na Igreja primitiva, sobre quais livros eram escriturísticos, ainda existia divergência de opinião suficiente para que razoavelmente lancemos dúvidas sobre os conceitos protestantes concernentes à possibilidade de a Bíblia autenticar-se por si mesma e de haver o máximo de perspicuidade ou de clareza em termos da sua interpretação por ela mesma.

O panorama que se segue da história da aceitação dos livros bíblicos (e também daqueles não bíblicos, que não foram aceitos como Escritura) ajudará o leitor a evitar uma generalização excessiva ou uma simplificação exagerada do complicado processo histórico por meio do qual obtivemos a nossa Bíblia atual.


Um diagrama visual da história do cânone do Novo Testamento

Explicação dos símbolos:

Livro aceito (ou citado): (*)
Livro contestado pessoalmente ou mencionado como contestado: (?)
Livro rejeitado, desconhecido ou não citado: (X)

Período neotestamentário (c. 35-90 d.C.)

Neste período, há pouco sentido formal de um cânone da Escritura.

*****

Padres Apostólicos (90-160 d.C.)

Resumo: o Novo Testamento ainda não é claramente distinguido qualitativamente de outros escritos cristãos.

Os Evangelhos foram, em geral, aceitos por volta do ano 130;

Os "Evangelhos" de Justino Mártir contêm material apócrifo;

Policarpo usa, pela primeira vez, todos os quatro "Evangelhos", agora, como Escritura;

O livro de "Atos" é pouco conhecido ou citado;

O "corpus" paulino, em geral, é aceito por volta do ano 130, ainda que as citações dele sejam raramente tidas como escriturísticas;
Justino Mártir: "Filipenses" e "1 Timóteo" (X);
Justino Mártir e Policarpo: "2 Timóteo"; "Tito", "Filemon" (X);

O livro de "Hebreus" não era considerado canônico;
Clemente de Roma (?)
Justino Mártir e Policarpo (X)

O livro de "Tiago" não era considerado canônico e nem mesmo tinha sido sequer citado
Justino Mártir e Policarpo (X)

"1 Pedro" não era considerado canônico;

"2 Pedro" não era considerado canônico, nem era citado;

"1 João", "2 João" e "3 João" não eram considerados canônicos;
Justino Mártir (X)
Policarpo: "1 João" (?); "3 João" (X);

"Judas" não era considerado canônico;
Justino Mártir e Policarpo (X)

O "Apocalipse de São João" não era canônico;
Policarpo (X)

*****

De Irineu a Orígenes (160-250 d.C.)

Resumo: a consciência de que há um cânon inicia-se no final do século II.

Tertuliano e Clemente de Alexandria usam, pela primeira vez, a expressão "Novo Testamento";

Os Evangelhos são aceitos;

O livro de "Atos" começa a ser, gradualmente, aceito;

O "corpus" paulino é aceito com algumas exceções;
Clemente de Alexandria: "2 Timóteo" (X);
Irineu, Orígenes, Tertuliano e Clemente de Alexandria: Filemon (X)

O livro de "Hebreus" não foi tido como canônico, no Ocidente, até o século IV;
Orígenes (?);
Aceito, primeiramente, por Clemente de Alexandria (*)

O livro de "Tiago" não era canônico;
Mencionado, pela primeira vez, por Orígenes (?);
Irineu, Tertuliano e Clemente de Alexandria (X);

"1 Pedro" é aceito gradualmente;
Aceito, primeiramente, por Irineu e Clemente de Alexandria (*);

"2 Pedro" não era canônico;
Mencionado, primeiramente, por Orígenes (?);
Irineu, Tertuliano e Clemente de Alexandria (X);

"1 João" tem aceitação gradual;
Aceito, primeiramente, por Irineu (*);
Orígenes (X);

"2 João" não é canônico;
Orígenes (?);
Tertuliano e Clemente de Alexandria (X);

"3 João" não é canônico;
Orígenes (X);
Irineu, Tertuliano e Clemente de Alexandria (X);

"Judas" tem aceitação gradual;
Clemente de Alexandria (X);
Orígenes (X);

O "Apocalipse de São João" tem aceitação gradual;
Aceito, primeiramente, por Clemente de Alexandria (*);
Cânon de Barococcio, c. 206 (X);

"Epístola de Barnabé";
Clemente de Alexandria e Orígenes (*);

"O Pastor de Hermas"
Irineu, Tertuliano, Orígenes e Clemente de Alexandria (*);

"Didaquê":
Clemente de Alexandria e Orígenes (*);

"Apocalipse de Pedro"
Clemente de Alexandria (*)

"Atos de Paulo"
Orígenes (*);
Aparece em traduções para o grego, o latim (5), o siríaco, o armênio e o árabe.

"Evangelho de Hebreus"
Clemente de Alexandria (*)

*****

Cânone de Muratoriano (c. 190 d.C.)

Exclui os livros de "Hebreus", "Tiago", "1 Pedro" e "2 Pedro";

Inclui o "Apocalipse de Pedro" e "Sabedoria de Salomão"

*****

De Orígenes à Nicéia (250-325 d.C.)

Resumo: as epístolas católicas e o "Apocalipse" ainda estão sob disputa.

Os Evangelhos, "Atos" e o "corpus" paulino são aceitos;

O livro de "Hebreus" é aceito no Oriente
Ainda sob disputa no Ocidente (X, ?)

O livro de "Tiago" ainda está sob disputa no Oriente (X, ?)
Não é aceito no Ocidente (X)

"1 Pedro" é bastante aceito;

"2 Pedro" ainda está sob disputa;

"1 João" é bastante aceito;

"2 João", "3 João" e "Judas" ainda estão sob disputa;

O "Apocalipse de São João" ainda está sob disputa, especialmente no Oriente;
Dionísio (X)

*****  

Concílio de Nicéia (325)

Questionamento da canonicidade de "Tiago", "2 Pedro"; "2 João"; "3 João" e "Judas";

*****

De 325 ao Concílio de Cartago (397)

Resumo: Atanásio é o primeiro a listar os 27 livros do Novo Testamento atuais como tais em 367. Ainda existem discordâncias sobre vários livros, quase até 397, quando o cânone é fechado autoritativamente. 

Os Evangelhos, "Atos", o "corpus" paulino, "1 Pedro" e "1 João" são aceitos;

O livro de "Hebreus", finalmente, é aceito no Ocidente;

"Tiago" é aceito lentamente;
Não é sequer citado, no Ocidente, até por volta do ano 350!

"2 Pedro" é finalmente aceito;

"2 João"; "3 João" e "Judas" são finalmente aceitos;

O "Apocalipse de São João" é finalmente aceito
Cirilo de Jerusalém, João Crisóstomo e Gregório de Nazianzo (X);

"Epístola de Barnabé"
"Codex Sinaiticus" — até o fim do século IV (*);

"O Pastor de Hermas"
"Codex Sinaiticus" — até o fim do século IV (*);
Usado como livro-texto para catecúmenos, de acordo com Atanásio

"1 Clemente"; "2 Clemente"
"Codex Alexandrinus" — até o início do século V! (*)

Os protestantes, obviamente, aceitam o cânone tradicional do Novo Testamento (embora um tanto inconsistentemente e com alguma relutância parcial — Lutero questionou a completa canonicidade de "Tiago", do "Apocalipse de São João" e de outros livros). Ao fazê-lo, eles, necessariamente, reconheceram a autoridade da Igreja Católica. Do contrário, provavelmente, o Protestantismo teria tido o mesmo destino de todas as heresias antigas do primeiro milênio da Era da Igreja — degenerando-se em cultos insignificantes e bizarros e desaparecendo nos remansos pútridos da história.


Fontes para o diagrama do cânone do Novo Testamento (todas protestantes):

1) J. D. Douglas, editor, New Bible Dictionary, Grand Rapids, Michigan: Eerdmans, 1962 edition, 194-198.

2) F. L. Cross and E. A. Livingstone, editors, The Oxford Dictionary of the Christian Church, Oxford: Oxford Univ. Press, 2nd edition, 1983, 232, 300, 309-10, 626, 641, 724, 1049, 1069.

3) Norman L. Geisler & William E. Nix, From God to Us: How We Got Our Bible, Chicago: Moody Press, 1974, 109-12, 117-125.


terça-feira, 7 de novembro de 2017

Pedido de aniversário de 2017

Na próxima segunda-feira, no dia 13 de novembro, será o meu aniversário. Gostaria de fazer um pedido a vocês.

A vida de um intelectual depende de livros. Morando no Brasil, a quase totalidade do que leio é composta por exemplares importados. Boa parte deles trata-se de literatura especializada. Em outras palavras, estou falando de livros muito caros porque serão comprados e lidos por poucas pessoas.

Se você se sente grato pelo trabalho que tenho realizado, peço-lhe que me ajude com qualquer quantia.

A postagem que fiz com livros contra o Protestantismo tem quase 22 mil visualizações. Se cada pessoa colaborasse com cinqüenta centavos, eu já teria inacreditáveis 11 mil reais!

Acreditem: qualquer valor ajudará. Um real que você doe será um frete mais barato que eu pagarei.

Comprometo-me a gastar todo o dinheiro arrecadado apenas com livros.

Se você não puder me ajudar financeiramente, peço que me ajude com orações, para que eu possa, cada vez mais, viver melhor a minha vocação.

Aqui estão os meus dados bancários:

Fábio Salgado de Carvalho
Banco do Brasil
Agência: 3.380-4
Conta: 30.940-0
CPF: 023.051.521-59

Fiquem com Deus!

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Ex-protestantes brasileiros conversos ao Catolicismo


Em uma matéria publicada, em 1996, na revista Ultimato [1], encontramos o seguinte:
"14. Sabe-se de vários padres que se tornaram protestantes. Existem casos conhecidos de pastores que se tornaram católicos?

Bertil Ekström – Não conheço nenhum caso, porém deve existir. Sei de evangélicos ativos que se tornaram católicos ardorosos.

Ebenézer Soares Ferreira – Conheço um único caso: o do pastor Eurípedes Cardoso de Menezes, que se tornou grande líder católico.

Valdyr Carvalho Luz – Uns poucos. No exterior, mormente na Alemanha luterana e na Inglaterra anglicana, casos que tais têm havido. No Brasil, sei apenas de dois: Eurípedes Cardoso de Menezes e Salomão Ferraz.

Dom José Elias Chaves – Sim, existem fora do Brasil e no Brasil também. Alguns nomes são bem conhecidos: Max Thurian, da Comunidade de Taizé, o Cardeal Newman, que era anglicano. Mais recentemente, depois da decisão da Igreja da Inglaterra de ordenar mulheres, muitos ministros anglicanos e um bispo pediram para ingressar na Igreja Católica. No Brasil, entre os pastores convertidos para a Igreja Católica mais conhecidos, estão Erípedes Cardoso de Menezes e Francisco de Almeida Araújo, este com toda a sua família.

Robinson Cavalcanti – Não conheço, nem nunca ouvi falar. Simples membros de igreja, sim. Conheci um frade ex-batista e uma noviça oriunda de família assembleiana. São casos muito raros.".

Vejam que os entrevistados são pastores, reitores, professores de seminário, mas vemos que eles, simplesmente, ignoram completamente a enorme quantidade de conversões de pastores que se tornaram católicos. A melhor resposta foi a do Bispo católico Dom José Elias Chaves, mas, mesmo assim, foi bastante incompleta.

Quando ajudei o Jaime Francisco de Moura com a última edição do seu livro "Por que estes protestantes tornaram-se católicos" [2], comentei com ele sobre como não tínhamos nada no Brasil focado nas conversões de brasileiros. O próprio livro publicado pelo Jaime, pioneiro no país no tocante a esse tipo de literatura, ainda está bastante restrito às conversões do mundo anglófono, que, além de contar com vários excelentes sites que divulgam os testemunhos de conversos, como o "Why I'm Catholic" (whyimcatholic.com) e o "The Coming Home Network International" (chnetwork.org), ainda conta com o trabalho de um John Beaumont, que tem publicado guias de referência compilando conversos notáveis [3].

Meses atrás, discutindo com um protestante no Facebook, um rapaz falou sobre a raridade de conversões de protestantes ao Catolicismo. Mesmo depois de indicar-lhe a lista que tenho compilado aqui de conversos que, inclusive, publicaram livros [4], ele continuou demonstrando ceticismo e pediu-me que mencionasse, pelo menos, cinco pessoas da minha própria cidade. Dei-lhe uma lista com dez nomes. 

Tendo em vista a falta de livros ou quaisquer meios que dêem visibilidade às conversões no Brasil, resolvi dar o pontapé inicial e começar a registrá-las aqui.

Se você é ex-protestante converso ao Catolicismo e deseja ser acrescentado à lista que compilarei aqui, que será atualizada permanentemente, peço-lhe que comente aqui ou que me mande um e-mail (fabiosalgado@gmail.com) com os seguintes dados:

Nome completo: 
Ano de nascimento e naturalidade:
Cidade (Estado) onde mora: 
Ano de conversão: 
Denominação a que pertencia: 
Formação ou profissão: 
E-mail para contato: 
Link para o relato de conversão (se houver):


[2] O livro pode ser comprado no site da editora que o publicou:



001. Nome completo: Fábio Salgado de Carvalho
Ano de nascimento e naturalidade: 1985, Brasília (DF).
Cidade (Estado) onde mora: Brasília (DF).
Ano de conversão: 2013
Denominação a que pertencia: batista
Formação: bacharel e mestre em Filosofia
E-mail para contato: fabiosalgado@gmail.com

002. Nome completo: Arthur Olinto de Souza
Ano de nascimento: 1992
Cidade (Estado) onde mora: João Pessoa (PB)
Ano de conversão: 2013
Denominação a que pertencia: Anglicanismo 
Formação: Técnico em Eletrotécnica e graduando em Administração.
E-mail para contato: olintoarthur@gmail.com

003. Nome completo: Silas Ben-Hur da Silva
Ano de nascimento: 1991
Natural de Recife (PE)
Residente em Olinda (PE)
Ano de conversão: 2012
Denominação a que pertencia: Igreja de Cristo
Formação: Médico
E-mail para contato: silas.benhur@live.com

004. Nome completo: Ricardo San Gregorio
Ano de nascimento: 1975
Ano de conversão: 2012
Cidade: Caieiras/SP.
Estado: São Paulo.
Denominação a que pertencia: Assembléia de Deus.
Formação: Tecnologia da Informação
E-mail para contato: ricardosgreg@gmail.com

005. Nome completo: Tharsis Madeira Corrêa
Ano de nascimento: 1990
Ano de conversão: 2009
Denominação a que pertencia: batista ao longo da vida e, à época da conversão, luterano.
Cidade: São Luís - MA, onde nasci e resido.
Formação: bacharelando em Direito.
E-mail para contato: tharsis.madeira@gmail.com

006. Nome completo: Érick Augusto Gomes
Ano de nascimento: 1988
Ano de conversão: 2013
Denominação a que pertencia: IPB
Formação: graduação (Gestão em Logística); pós-graduação (Gestão Estratégica de Empresa e Negócio); bacharel em Teologia: Doutrina Católica (Estou finalizando o primeiro ano).
E-mail para contato: e.augusto.gomes@outlook.com
Nasci e ainda moro em Jundiaí/SP.
Obs. : Há também o meu site (Apologética em defesa da fé) - www.accatolica.com

007. Nome completo: Jonadabe Santos Rios
Cidade natal: Feira de Santana / BA
Cidade de residencia: Feira de Santana / BA
Ano de nascimento: 1991
Ano de conversão: 2010
Denominação a que pertencia: Missionária Quadrangular.
Formação: Engenharia Civil.
E-mail para contato: jonadabe.rios@hotmail.com.

008. Nome completo: Leandro César Monteiro Ferreira
Natural: Rio de Janeiro-RJ
Residência: Curitiba-PR
Ano de nascimento: 1993
Ano de conversão: 2011
Denominação a que pertencia: batista
Formação: Técnico em segurança no trabalho e bacharelando em Direito

009. Nome completo: Filipe Altamir 
Ano de nascimento: 1993
Ano de conversão: 2014
Cidade: Natal (RN)
Denominação a que pertencia: Presbiteriana do Brasil
Formação: Direito e Filosofia
E-mail para contato: filipe_altamir_45@hotmail.com

010. Nome completo: Ana Carolina Castro
Ano de nascimento: 1994
Ano de conversão: 2016
Cidade: Porto Alegre
Denominação a que pertencia: Batista
Formação: estudante de nutrição 
E-mail pra contato: anakriesel@gmail.com

011. Nome completo: Jeferson Gomes Lopes da Silva.
Ano de nascimento: 1993, Maringá, PR
Ano de conversão: 2013
Denominação a que pertencia: Congregação Cristã no Brasil
Formação: Professor de História
E-mail para contato: profjefersonhist@outlook.com

012. Nome completo: Álvaro José de Barros Lima
Cidade natal: Caruaru / PE
Cidade de residência: Lajedo / PE
Ano de nascimento: 1993
Ano de conversão: 2012
Denominação a que pertencia: "church of Christ" (Stone-Campbell Movement)
Formação: Ensino médio (com 2 anos de noviciado num mosteiro beneditino)
E-mail para contato: alvarobarros_09@hotmail.com

013. Nome completo: Jonathas Sandro Ferreira Lima
Ano de nascimento: 1996
Ano de conversão: 2017
Cidade: Alagoinhas/Bahia.
Estado: Bahia.
Denominação a que pertencia: Assembléia de Deus -ministério Belém (ou missão).
Formação: Técnico em informática
E-mail para contato:
jonathas.js15@gmail.com

014. Nome completo: Antônio Pedrelli 
Ano de nascimento: 1982
Ano de conversão: 2014
Cidade: Itajaí
Estado: SC
Denominação a que pertencia: (Assembléia, Neo -Pentencostais, Presbiteriana)
Formação: Administração
E-mail para contato: antonio pedrelli@hotmail.com

015. Nome completo: Marcos Rodrigo Pereira de Sousa.
Ano de nascimento e cidade (Estado) em que nasceu: 1983, Xinguara (PA).
Cidade (Estado) onde mora: Lowell, Massachusetts, USA.
Ano de conversão: 2012 (tive meu batismo de condição em 12 de Maio de 2013 na Holy Family Parish em Lowell, Massachusetts).
Denominação a que pertencia: 5 anos na Assembléia de Deus e 8 anos na igreja batista
Formação: Associate Degree in Theology
E-mail para contato: digodego67@gmail.com

016. Nome completo: Patryck Phellyp Paiva Martins
Ano de nascimento e cidade onde nasceu: 1997, Caxias-MA.
Cidade (estado) onde mora: São Paulo, SP.
Ano de conversão: 2009, batismo nas águas.
Denominação a que pertencia: Alfabetizado en escola Batista fundada por americanos missionários, e batizado na Igreja Presbiteriana Renovada de Arapongas-PR.
Formação: estudante de filosofia
Email: phill.namless@gmail.com

017. Nome completo: Michael Max Pires Amorim
Ano de nascimento e cidade (Estado) em que nasceu: 1992, Mirinzal (MA).
Cidade (Estado) onde mora: São Luís (MA).
Ano de conversão: 2017
Denominação a que pertencia: Primeira Igreja Batista - PIB
Formação: Graduando em filosofia pela UFMA.
E-mail para contato: michaelmax25@hotmail.com 
Relato de conversão (não revisado):

018. Nome completo: Nils Alexandre Lima Bergsten
Ano de nascimento e cidade (Estado) em que nasceu: 1990, Salvador (Bahia)
Cidade (Estado) onde mora: Feira de Santana (Bahia)
Ano de conversão: 2017
Denominação a que pertencia: igreja em células
Formação: bacharel e especialista em Engenharia da computação 
E-mail para contato: nilsalexberg@gmail.com

019. Nome Completo: Sara Ferreira de Souza
Ano de nascimento e cidade (Estado) em que nasceu: 1999, São Luís (Maranhão)
Cidade (Estado) onde mora : São Luís ( Maranhão)
Ano de conversão: 2017
Denominação a que pertencia: Assembléia de Deus Cristo para todos
Formação: nenhuma
E-mail para contato: sarahferreirahsouza@gmail.com

020. Nome completo: Silvia Emilia Cunha
Ano de nascimento e naturalidade: 1990, Rio de Janeiro (RJ)
Cidade (Estado) onde mora: Rio de Janeiro (RJ).
Ano de conversão: 2017
Denominação a que pertencia: igreja adventista do sétimo dia
Formação: bacharel, licenciada e mestre em Letras Português-Inglês.
Profissão: professora de inglês da rede pública federal.
E-mail: silviaemiliacunha@gmail.com

021. Nome completo: João Marcos Visotaky Júnior
Nascimento e naturalidade: 1993 em Barretos-SP
Cidade onde mora: Santa Fé do Sul-SP
Ano da conversão: 2015
Denominação anterior: batista não denominacional
Profissão: funcionário público estadual
Formação: Ciência da Computação
Email: jmarcos1003@gmail.com

022. Nome completo: Davi Rodrigues de Souza.
Data de nascimento: 04 de agosto de 1996.
Naturalidade: Brasileiro.
Cidade: Recife
Estado: Pernambuco.
Ano em que me converti: 2016.
Denominação a que pertencia: Igreja Presbiteriana do Brasil.
Formação: Ensino Médio.
E-mail para contato: davi_rodrigues_12@hotmail.com

023. Nome completo: Juan Fernando Sousa da Conceição
Ano de nascimento e naturalidade: 1993, Rio de Janeiro
Cidade (Estado) onde mora: Ubatuba (SP)
Denominação a que pertencia: Assembleia de Deus
Formação: cursando atualmente nível superior em História
E-mail: juanfernandobrasil@gmail.com

024. Nome completo: André Pasquali
Ano de nascimento: 1997
Cidade (Estado) onde mora: Benedito Novo SC
Ano de conversão: 2017
Denominação a que pertencia: Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB)
Formação: Ensino Médio
Profissão: Operador de máquinas têxteis 
E-mail para contato: pasquali_andre@hotmail.com

025. Nome completo: Christopher Araújo de Almeida Costa
Natural: Rio de Janeiro-RJ
Residência:Rio de Janeiro-RJ
Ano de nascimento: 2002
Ano de conversão: 2017
Denominação a que pertencia:Congregacional
E-mail para contato:christopheraraujo39@gmail.com

026. Nome completo: Priscila Renata Chagas 
Nascimento: 1988
São Paulo/Brasil
Ano de conversão: 2012
Denominação que pertencia: Congregação Cristã no Brasil
Formação: Ciências Econômicas
Profissão: Bancária
E-mail para contato: priscilarchagas@yahoo.com.br

027. Nome completo: Maykon Motta Marins
Ano de nascimento e naturalidade: 1990 - Rio de Janeiro.
Cidade (Estado) onde mora: São Gonçalo - RJ
Ano de conversão: 2005
Denominação a que pertencia: Igreja Universal do Reino de Deus
Formação ou profissão: Revisor, graduando em Letras
E-mail para contato: marinsmaykon@yahoo.com

028. Nome Completo: Caio César Pereira dos Reis
Ano de Nascimento e Naturalidade: 1989 - Goiás - Brasil
Cidade (Estado) onde moro: Goiânia, Goiás.
Ano de Conversão: 2017
Denominação a que pertencia: Luz Para os Povos / Rocha Viva 
Formação ou Profissão: Advogado, Especialista em Direito Civil e Direito Processual.
E-mail para contato: caiocesarpr@yahoo.com.br

029. Nome completo: Alex Leonço Silva
Ano de nascimento e naturalidade: 18 de Maio, 1990, Sorocaba(SP)
Cidade (Estado) onde mora: Sorocaba(SP)
Ano de conversão: 2015
Denominação a que pertencia: Assembléia de Deus
Formação ou profissão: Segurança; Webmaster; ensino médio.
E-mail para contato: alxsm07@gmail.com

30. Nome completo: Chrystiano Rodrigo Monteiro Gonçalves
Ano de nascimento: 1982
Ano de conversão: 2015
Cidade: Teresina-capital.
Estado: Piauí.
Denominação a que pertencia: Igreja Evangélica Luterana.
Formação: Professor de Sociologia
E-mail para contato: crmg82@hotmail.com

31. Nome completo: Karla Polyana Carvalho Vasconcelos Costa
Ano de nascimento: 1987
Ano de conversão: 2015
Cidade: Teresina.
Estado: Piauí.
Denominação a que pertencia: Igreja Evangélica Luterana.
Formação: Nutricionista
E-mail para contato: polykarvalho@hotmail.com

032. Nome completo: Thamíris Barreiros Ribeiro 
Ano de nascimento e naturalidade: 31/12/1988 - Pouso Alegre/MG
Cidade (Estado) onde mora: Cachoeira de Minas / MG
Ano de conversão: 2012
Denominação a que pertencia: Igreja do Evangelho Quadrangular 
Formação ou profissão: Enfermeira
E-mail para contato: thamirisbarreirosribeiro@gmail.com 

033. Nome completo: Fabio Tadeu do Prado
Ano de nascimento e naturalidade: 11/11/1987, brasileiro.
Cidade (Estado) onde mora: Itaquaquecetuba (SP).
Ano de conversão: 2016.
Denominação a que pertencia: presbiteriana.
Formação ou profissão: técnico de laboratório.
E-mail para contato: fabioprado2@hotmail.com

034. Nome completo: Tiago José Demônico
Ano de nascimento e naturalidade: 1989, Monte Aprazível (SP).
Cidade (Estado) onde mora: Marília (SP).
Ano de conversão: 2011.
Denominação a que pertencia: O Brasil Para Cristo
Formação ou profissão: técnico em gastronomia e seminarista.
E-mail para contato: tiagodemonico@outlook.com

035. Nome completo: Diego Oliveira dos Santos.
Ano de nascimento e naturalidade: 16/07/1994, Baiano.
Cidade (Estado) onde mora: Simões Filho, (BA).
Ano de conversão: 2015.
Denominação a que pertencia: Igreja Batista Salim.
Formação ou profissão: Engenheiro Mecânico
E-mail para contato: diego.os94@hotmail.com

036. Nome completo: Jefferson Alan Alves Teixeira
Ano de nascimento e naturalidade: 1990
Cidade (Estado) onde mora: Umuarama-PR
Ano de conversão: decisão 2014, inicio das catequeses e participação nas Missas 2016.
Denominação a que pertencia: Presbiteriana Renovada
Formação ou profissão: Cabeleireiro
E-mail para contato: jefferson575@hotmail.com

037. Nome completo: Welricsson José do Carmo;
Ano de nascimento e naturalidade 11/04/1988, Santo André (São Paulo);
Cidade (Estado) onde mora: São Paulo, (SP);
Ano de conversão: 2016;
Denominação a que pertencia: Assembleia de Deus, ministério Belém;
Formação ou profissão: Analista de Sistemas;
E-mail para contato: wericsond@gmail.com

038. Nome completo: Thiago Henrique Avelino Cruz;
Ano de nascimento e naturalidade: 1985, Belo Horizonte (MG);
Cidade (Estado) onde mora: Belo Horizonte (MG)
Ano de conversão: 
Denominação a que pertencia: batista;
Formação ou profissão: analista de sistemas;
E-mail para contato: thiagohac@gmail.com;

039. Nome completo: Paulo Henrique Gondim Sobral;
Ano de nascimento e naturalidade: 17/03/1994, Recife (PE);
Cidade (Estado) onde mora: João Pessoa (PB);
Ano de conversão: 29/10/2017;
Denominação a que pertencia: Igreja Cristã Maranata;
Formação ou profissão: estudante de Direito;
E-mail para contato: paulo.gondim11@gmail.com

040. Nome completo: Vitor Marcolin;
Ano de nascimento e naturalidade: 1994, Osasco (SP);
Cidade (Estado) onde mora: São Paulo (SP);
Ano de conversão: 2017;
Denominação a que pertencia: Igreja Presbiteriana do Brasil;
Formação ou profissão: estudante, pesquisador independente;
E-mail para contato: vitor.ciencia@hotmail.com

041. Nome completo: Carlos Martins Nabeto;
Ano de nascimento e naturalidade: 1969, Santos (SP);
Cidade (Estado) onde mora: Santos (SP);
Ano de conversão: 1991;
Denominação a que pertencia: Assembleia de Deus;
Formação ou profissão: Ciências da Computação e Advogado;
E-mail para contato:  
Link para o relato de conversão: http://www.veritatis.com.br/carlos-martins-nabeto/

042. Nome completo: João Paulo Jacinto da Silva;
Ano de nascimento e naturalidade: 1980, Cajazeiras (PB);
Cidade (Estado) onde mora: Fortaleza (CE);
Ano de conversão: 2002;
Denominação a que pertencia: Igreja Batista Comunidade do Amor (SIC);
Formação ou profissão: Desenvolvedor web;
E-mail para contato: paulosilva@mercynet.com.br

043. Nome completo:  João Inocêncio Junior
Ano de nascimento e naturalidade: 1988, Recife (PE);
Cidade (Estado) onde mora: Recife (PE);
Ano de conversão: 2012;
Denominação a que pertencia: Anglicanismo e posteriormente presbiterianismo;
Formação ou profissão: Advogado;
E-mail para contato: joaoinocenciojr@gmail.com

044. Nome completo: William Bottazzini Rezende;
Ano de nascimento e naturalidade: 1986, Pouso Alegre (MG);
Cidade (Estado) onde mora: Pouso Alegre (MG);
Ano de conversão: 2009;
Denominação a que pertencia: Batista;
Formação ou profissão: Professor;
E-mail para contato: williambottazzini@yahoo.com.br

045. Nome completo: Thallyson Brenner Mendes dos Santos;
Ano de nascimento e naturalidade: 1999, Alvorada (TO);
Cidade (Estado) onde mora: Palmas (TO); 
Ano de conversão: 2011;
Denominação a que pertencia: Assembleia de Deus;
Formação ou profissão: Estudante e seminarista;
E-mail para contato: thallysonbrenn3@gmail.com

046. Nome completo: Gustavo Abadie;
Ano de nascimento e naturalidade: 1982, Porto Alegre (RS);
Cidade (Estado) onde mora: Canela (RS);
Ano de conversão: 2013;
Denominação a que pertencia: Igreja Episcopal;
Formação ou profissão: Bacharel em Filosofia/Teologia;
E-mail para contato: gbabadie@gmail.com 
Link para o relato de conversão: https://www.youtube.com/watch?v=efrgyg4zGQo

047. Nome completo: Lucas Costa de Lima
Ano de nascimento e naturalidade: 1991, Nova Friburgo (RJ); 
Cidade (Estado) onde mora: Nova Friburgo (RJ);
Ano de conversão: 2009;
Denominação a que pertencia: Presbiteriana;
Formação ou profissão: Professor de Geografia e Fotógrafo;
E-mail para contato: lucascostadelima@hotmail.com

048. Nome completo: Pe. Elmes Xisto Meira;
Ano de nascimento e naturalidade: 1986, Jaguariaíva (PR);
Cidade (Estado) onde mora: Jaguariaíva (PR);
Ano de conversão: 2000;
Denominação a que pertencia: Testemunhas de Jeová;
Formação ou profissão: Formado em história pela UENP, professor de História da Filosofia no Seminário Rainha da Paz em Jacarezinho, além de ser vigário paroquial da Paróquia  Nossa Senhora das Graças no Bairro Primavera de Jaguariaíva (PR) e  um dos Assessores Diocesano da Catequese;
E-mail para contato: exm1@hotmail.com

049. Nome completo: Alexandre Nunes de Almeida;
Ano de nascimento e naturalidade: 1977, Rio de Janeiro (RJ);
Cidade (Estado) onde mora: São Gonçalo (RJ);
Ano de conversão: 
Denominação a que pertencia: Igreja Adventista do Sétimo Dia;
Formação ou profissão: Taxista Autônomo;
E-mail para contato: alexandrenunesdealmeida@gmail.com

050. Nome completo: Edilson de Lima Pontes; 
Ano de nascimento e naturalidade: 1981 (PB); 
Cidade (Estado) onde mora: São Gonçalo (RJ); 
Ano de conversão: 2010;
Denominação a que pertencia: Universal; 
Formação ou profissão: Programador (cursando);
E-mail para contato: edlima@bcw.com.br

051. Nome completo: Arthur Grunewald Zarantoneli Bastos;
Ano de nascimento e naturalidade: 1990, Juiz de Fora (MG); 
Cidade (Estado) onde mora: Juiz de Fora (MG);
Ano de conversão: 2016;
Denominação a que pertencia: Batista;
Formação ou profissão: Bacharel em Teologia e Ciências Políticas;
E-mail para contato: asarthurzarantonelli@gmail.com

052. Nome completo: Felipe Araújo Carvalho;
Ano de nascimento e naturalidade: 1995, Fortaleza (CE); 
Cidade (Estado) onde mora: Fortaleza (CE); 
Ano de conversão: 2017;
Denominação a que pertencia: Batista, presbiteriana e por último, igreja luterana;
Formação ou profissão: Estudante;
E-mail para contato: clubesanto7@gmail.com

053. Nome completo: Bruno Menezes de Oliveira;
Ano de nascimento e naturalidade: 29/09/1993, João Pessoa (PB);
Cidade (Estado) onde mora: João Pessoa (PB);
Ano de conversão: 2014;
Denominação a que pertencia: Batista;
Formação ou profissão: Estudante de filosofia;
E-mail para contato: menezes_oliveira93@hotmail.com

054. Nome completo: Marcelo Leite Vanderlei;
Ano de nascimento e naturalidade: 1964, Santo André (SP);
Cidade (Estado) onde mora: Taubaté (SP);
Ano de conversão: 1999;
Denominação a que pertencia: Quadrangular;
Formação ou profissão: engenheiro mecânico;
E-mail para contato: eng.mlv@gmail.com

055. Nome completo: Caíque Vendramini;
Ano de nascimento e naturalidade: 1995, Eng. Beltrão (PR);
Cidade onde mora: Maringá (PR);
Ano de conversão: 2016;
Denominação a que pertencia: IMUB - Igreja Missionária Unida do Brasil;
Formação ou profissão: Estudante;
E-mail para contato: caique.vendra@gmail.com

056. Nome completo: André Ferreira Moura;
Ano de nascimento e naturalidade: 1981 natural de São Paulo (SP);
Cidade (Estado) onde mora: Londrina (PR);
Ano de conversão: 2017;
Denominação a que pertencia: O Brasil Para Cristo;
Formação ou profissão: Técnico em Enfermagem e Fotógrafo; 
E-mail para contato: andre14biz@gmail.com

057. Nome completo: Isabelle Goudard;
Nascimento: 29/04/1995;
Naturalidade: São Paulo (SP);
Cidade onde mora: São Paulo (SP);
Ano de conversão: 2017;
Denominação que pertencia: Presbiteriana do Brasil;
Formação ou profissão: Administração de empresas;
E-mail para contato: isabelle_goudard@hotmail.com

058. Nome completo: André Santiago Nunes;
Ano de nascimento e naturalidade: 1980 Americana (SP);
Cidade (Estado) onde mora: Americana (SP);
Ano de conversão: 2017;
Denominação a que pertencia: Congregação Cristã no Brasil (de formação, não praticante);
Formação ou profissão: Empresário;
E-mail para contato: andre.snunes@hotmail.com

059. Nome completo: Marlon Gomes de Lima Souza Rocha;
Ano de nascimento e naturalidade: 1979, Brasília (DF);
Cidade (Estado) onde mora: Goiânia (GO);
Ano de conversão: 2017;
Denominação a que pertencia: Igrejas não denominacionais, Presbiteriana;
Formação ou profissão: Música, Tradução, Aconselhamento cristão;
E-mail para contato: souzamarlon@gmail.com

060. Nome completo: Douglas da Silva Tavares Ribeiro;
Ano de nascimento e naturalidade: 1989, Sobradinho (DF);
Cidade (Estado) onde mora: Goiânia (GO);
Ano de conversão: 2013;
Denominação a que pertencia: Assembleia de Deus;
Formação ou profissão: Auxiliar de Serviços Gerais;
E-mail para contato: douglastavavares10@gmail.com

061. Nome completo: Daniel Silveira Fonteles;
Ano de nascimento e naturalidade: 1991,  Fortaleza (CE);
Cidade (Estado) onde mora: Marco (CE);
Ano de conversão: 2013;
Denominação a que pertencia: Assembleia de Deus;
Formação ou profissão: Missionário;
E-mail para contato: missionariodanielsilveira@gmail.com

062. Nome completo: Eduardo da Silva Campos;
Ano de nascimento e naturalidade: 1994, Rio de Janeiro (RJ);
Cidade (Estado) onde mora: Rio de Janeiro (RJ);
Ano de conversão: 2013;
Denominação a que pertencia: Assembleia de Deus;
Formação ou profissão: Design gráfico;
E-mail para contato: educampos@hotmail.com.br

063. Nome completo: Joathan Robério;
Ano de nascimento e naturalidade: 1996, Mossoró (RN);
Cidade (Estado) onde mora: Mossoró (RN);
Ano de conversão: 2013;
Denominação a que pertencia: Assembleia de Deus;
Formação ou profissão: Direito;
E-mail para contato: joathanroberio@gmail.com

064. Nome completo: Fábio de Barros;
Ano de nascimento e naturalidade: 1988, Recife (PE);
Cidade (Estado) onde mora: Brasília (DF);
Ano de conversão: 2015;
Denominação a que pertencia: Batista;
Formação ou profissão: Engenheiro;
E-mail para contato: fabio.debarros@gmail.com

065. Nome completo: Eugênio Bruno Ferreira da Silva Legall;
Ano de nascimento e naturalidade: 1986, Rio de Janeiro (RJ);
Cidade (Estado) onde mora: Rio de Janeiro (RJ);
Ano de conversão: 2015;
Denominação a que pertencia: Igreja Missionária Evangélica Maranata;
Formação ou profissão: Relações Internacionais;
E-mail para contato: eugeniobruno1@gmail.com
Link para o relato de conversão: https://www.youtube.com/watch?v=vbqa-1ZYsmg

066. Nome completo: Lucas Freitas da Cruz;
Ano de nascimento e naturalidade: 1996, Araucária (PR);
Cidade (Estado) onde mora: Araucária (PR);
Ano de conversão: 2014;
Denominação a que pertencia: Assembleia de Deus Ministério Madureira;
Formação ou profissão: Seminarista;
E-mail para contato: lucasfreitasdacruz@hotmail.com

067. Nome completo: Adelaine Trisch da Silva Schwanck
Ano de nascimento e naturalidade: 1983, Torres (RS)
Cidade (Estado) onde mora: Torres (RS)
Ano de conversão: 2017
Denominação a que pertencia: Igreja Universal do Reino de Deus, por seis anos; Testemunha de Jeová, por três anos
Formação ou profissão: advogada 
E-mail para contato: trischlaine@gmail.com

068. Nome completo: Jennifer Thalis Francisca de Lima Albuquerque
Ano de nascimento e naturalidade: 1997, São Paulo
Cidade (Estado) onde mora: Recife (PE)
Ano de conversão: 2017
Denominação a que pertencia: Episcopal
Formação ou profissão: Estudante/Jornalista
E-mail para contato: Jenniferthaliss@gmail.com

069. Nome completo: Lucas Batista farias Brivilato
Ano de nascimento e naturalidade: 1997; Carangola
Cidade (Estado) onde mora: Minas Gerais
Ano de conversão: 2017
Denominação a que pertencia: Comunidade Bíblica da Graça
Formação ou profissão: Cursando História na UEMG
E-mail para contato: lucbatista@icloud.com




quarta-feira, 5 de julho de 2017

Conversões Comparadas (Mais de 201 ex-protestantes conversos ao Catolicismo com livros publicados)


Livros da foto acima de cima para baixo em sentido horário: 1. "The catholic seeker's journey: my journey into the catholic world" (Andrew Jordan); 2. "Aos irmãos separados" (Eurípedes Cardoso de Menezes); 3. "There we stood, here we stand: eleven lutherans rediscover their catholic roots" (Timothy Drake); 4. "One Shepherd, One Flock" (Oliver Barres); 5. "Von Babylon nach Jerusalem" (Ida Hahn-Hahn); 6. "The Primitive Church and the See of Peter" (Luke Rivington); 7. "Arca da Graça: Nossa Senhora nas Sagradas Escrituras" (Carlos Caso-Rosendi); 8. "Dear Brother: Catholicism Explained for Fundamentalists" (Brian Roberts); 9. "It's okay NOT to be a seventh-day adventist: the doctrine that attempts to repair the temple veil" (Teresa & Athur Beem); 10. "Numbering my days: how the liturgical calendar rearranged my life" (Chene Heady); 11. "To See Peter: a lutheran minister's journey to the Eternal City" (Richard Baumann); 12. "Em busca do Belo Jardim: do Protestantismo evangélico à fé católica" (Richard e Danelle Borgman).

Em novembro de 2015, publiquei, neste blogue, uma lista com 201 ex-protestantes conversos ao Catolicismo com livros publicados (http://fabiosalgado.blogspot.com.br/2015/11/conversoes-comparadas-201-ex.html). Com o passar do tempo, desde a publicação da lista, naturalmente, fui tomando conhecimento de outros conversos que não listei. A pedido de muitos, resolvi divulgar a extensão da lista original. Na medida em que descobrir mais autores, a nova lista abaixo será atualizada.

202 - Oliver Barres;
203 - Timothy Drake; 
204 - David L. Gray;
205 - Richard Borgman;
206 - Danelle Borgman;
207 - Brian Roberts;
208 - George Tyrrell;
209 - Eurípedes Cardoso de Menezes;
210 - Denise Bossert;
211 - Sonja Corbitt;
212 - Deal Wyatt Hudson;
213 - John Jay Hughes;
214 - Jason Stellman;
215 - Haley Stewart;
216 - Daniel Stewart;
217 - Melanie Jean Juneau;
218 - Bonnie Way;
219 - Chris Padgett;
220 - Shaun McAfee;
221 - Kenneth Hensley;
222 - John Bergsma;
223 - Arthur Beem;
224 - Teresa Beem;
225 - F. A. Forbes;
226 - Andrew Jordan;
227 - Erik Peterson;
228 - Leslie Rumble;
229 - Stephen Cleveland Blyth;
230 - Brittany Ann;
231 - Carlos Caso-Rosendi; 
232 - Edward Healy Thompson;
233 - Kristine Franklin;
234 - Wallace Fowlie;
235 - Bede Reynolds;
236 - John Ching Hsiung Wu;
237 - Cornelia De Vogel;
238 - Willem van de Pol;
239 - Graham Leonard;
240 - Townsend Miller;
241 - Luke Rivington;
242 - Christopher Dawson;
243 - Arthur Featherstone Marshall;
244 - Thomas William Marshall;
245 - Joyce Kilmer;
246 - Elizabeth Hesselblad;
247 - Richard Baumann;
248 - Gastão P. de Oliveira; 
249 - sonny shanks;
250 - Patrick Seamus O'Hara;
251 - Chene Richard Heady;
252 - Roger Salstrom;
253 - Karen Salstrom;
254 - Getsemaní Fernández Rangel;
255 - Jacques Davy du Perron;
256 - Karl Ludwig von Haller;
257 - Thomas Ward;
258 - Herman de Vries de Heekelingen;
259 - Joost van den Vondel;
260 - Malcom Turnbull;
261 - Gédéon Tallemant des Réaux;
262 - Joseph Stevenson;
263 - Jean de Sponde;
264 - Henri Spondanus;
265 - Adrienne von Speyr;
266 - Anthony Ross;
267 - Jerzy Radziwiłł;
268 - Johann Pistorius;
269 - Péter Pázmány;
270 - Jean Morin;
271 - Alexander Montgomerie;
272 - Jay Mohr;
273 - Elisabeth Marbury;
274 - Pierre Magnol;
275 - Calum Maclean;
276 - George Mackay Brown;
277 - Saunders Lewis;
278 - Mikołaj Łęczycki;
279 - Jolande Jacobi;
280 - Albert Habib Hourani;
281 - John Oliver Hobbes;
282 - Bonaventure Hepburn;
283 - Samuel Guichenon;
284 - John Gother;
285 - Fritz Gerlich;
286 - Thomas Falkner;
287 - Martin Droeshout;
288 - Philippe de Courcillon;
289 - Jacques de Coras;
290 - Florent Chrestien;
291 - Vincent Canes;
292 - Philippe Canaye;
293 - Justus Baronius Calvinus;
294 - Andrew Comiskey;
295 - David Augustin de Brueys;
296 - Kasper Franck;
297 - Martin Eisengrein;
298 - Roger Schütz;
299 - William George Ward;
300 - William Lockhart;
301 - Henry Nutcombe Oxenham;
302 - William Marshner;
303 - Doug Gonzales;
304 - Lady Georgiana Charlotte Fullerton;
305 - Edward Lowth Badeley;
306 - Paul Hacker;
307 - Mary C. Moorman;
308 - Eduardo J. Echeverria;
309 - Holly Ordway;
310 - Scott M. Sullivan;
311 - Derya Little;
312 - Thomas Aufield;
313 - John Abbot;
314 - Angelus Silesius;
315 - Bessie Rayner Parkes Belloc;
316 - Edmund Campion;
317 - William Henry Anderdon;
318 - Gary Anderson;
319 - Laurence Anderton;
320 - Peter Frederick Charles Anson;
321 - Troy L. Guy;
322 - Johann Matthäus Wacker von Wackenfels;
323 - Caspar Schoppe;
324 - Colin Lindsay;
325 - Thomas Scott Preston;
326 - Frederick George Lee;
327 - Johannes Joergensen;
328 - Frank Sheed;
329 - Knud Karl Krogh-Tonning;
330. Ludwig von Pastor;
331 - Enrichetta Blondel;
332 - Desiree D. Hausam;
333 - Herbert Antcliffe;
334 - Arthur Hilary Armstrong;
335 - Thomas Arnold the Younger;
336 - Donald Attwater;
337 - Francis Bickerstaffe-Drew (John Ayscough);
338 - Thomas Bailey;
339 - Dame Beryl Margaret Bainbridge;
340 - Augustine Baker;
341 - Pacificus Baker;
342 - Arthur Stapylton Barnes;
343 - Joshua Basset;
344 - Aubrey Vincent Beardsley;
345 - Henry Bedford;
346 - Robert Belaney;
347 - John Chippendall Montesquieu Bellew;
348 - Henry Digby Beste;
349 - Penelope Valentine Hester Chetwode (Lady Betjeman);
350 - Edmund Bishop;
351 - Ulf Ekman;
352 - Birgitta Ekman;
353 - Anthony Charles Lynton Blair;
354 - William Henry Bliss;
355 - Francis Blyth;
356 - Edward Duncan Boothman;
357 - Alfred Thomas Townshend Verney-Cave (Lord Braye);
358 - Elinor Mary Brent-Dyer;
359 - Thomas Edward Bridgett;
360 - James Britten;
361 - William Robert Brownlow;
362 - Edward Ambrose Burgis;
363 - Francis Cowley Burnand;
364 - Eric Norman Bromley Burrows;
365 - Doris Eliza Burton;
366 - David Bereit;
367 - Mikołaj Łęczycki;
368 - Jakob Benignus Winslow;
369 - Rachel Harriette Busk;
370 - Albert David Anders;
371 - John Patrick Crichton-Stuart, 3rd Marquess of Bute;
372 - Bede Camm;
373 - Robert Campbell;
374 - John Moore Capes;
375 - Benjamin Carier;
376 - Roger David Casement;
377 - Elizabeth Cellier;
378 - Georgiana Chatterton;
379 - Andrew Claude Cherois Crommelin;
380 - Leonard Cheshire;
381 - Wagner Aparecido Silva;
382 - Caroline Chisholm;
383 - Henry James Coleridge;
384 - Henry Constable;
385 - Maurus (James) Corker;
386 - Peter Cornwell;
387 - Richard Crashaw;
388 - George John Lloyd Crawley;
389 - Hugh Paulinus Serenus Cressy;
390 - Morgan William Crofton;
391 - John Dobree Dalgairns;
392 - William Joseph O'Neill Daunt;
393 - Francis Davis ("The Belfast Man");
394 - Kenelm Digby;
395 - Kenelm Henry Digby;
396 - Enid Dinnis (William Cassell);
397 - William Dodsworth;
398 - Robert Drury;
399 - John Dryden;
400 - Owen Francis Dudley;
401 - Steven C. Smith;